fbpx
Dia 4 – O sentido da vida

Dia 4 – O sentido da vida

Antes de continuarmos com a questão de saber se este designer está interessado em você ou não, vamos tentar descobrir mais sobre ele e seu plano.

Por que um designer precisaria criar o universo, a terra e tudo relacionado a isso? Ele estava insatisfeito com a sua situação anterior? Ele estava entediado e procurava alguma aventura? Gostaria de fazer algo que surpreenderia até ele mesmo?

E por que ele não destruiria tudo depois de descobrir que talvez sua criação, no fim das contas,  não fosse tão divertida?

E se houver um plano maior para tudo isso, maior do que podemos observar? Podemos entender algo disso? Caso sim, como seria esse plano?

O grande plano é revelado

E se o designer fez sua criação para compartilhar sua grandeza com suas criaturas?

Como uma criatura poderia expressar respeito e gratidão ao seu designer? A liberdade de escolha faz a diferença: se uma criatura pode escolher aceitar e respeitar seu criador, ele ou ela também pode negar. No entanto, quando a criação escolhe ignorar ou mesmo contrariar seu designer, isso seria um insulto para ele, obviamente. É como uma criança ignorando a existência de seu pai ou mãe.

Como uma criatura poderia estar diante deste fantástico e inimaginável designer? Este designer precisa exigir a perfeição, pois ele tem que ser perfeito e moralmente puro: é o que podemos observar ao nosso redor. Afinal, se ele não fosse consistente, puro e perfeito, o universo provavelmente resultaria em caos.

Se queremos ter uma imagem do designer, podemos observar como as leis da natureza funcionam. Considerando que todo o universo funciona através dessas regras fixas, então o arquiteto deve ser um designer de ordem e estrutura.

Se você pudesse bagunçar as leis da natureza, o resultado seria o caos completo seria. Como podemos ver na natureza, as coisas funcionam de acordo com regras fixas. Essas leis asseguram que a vida como a conhecemos seja possível. Como vemos nas flores e nas pessoas, a combinação complexa de sistemas e processos é inseparável.

As leis da natureza não podem ser destruídas ou ignoradas. Se pudessem, então todo o sistema cairia em um caos completo há muito tempo. As consequências das leis da natureza são simples e claras. Você pode fazer o seu melhor, mas você não pode ignorar a gravidade. Você tem que aceitar que a gravidade está lá e você aprende a viver com isso desde cedo até cair e se levantar…

Os efeitos de todas as regras são que, uma vez que ocorre um erro, a “punição” virá  automaticamente em seguida. É um fato da vida bem observado. Por exemplo, você não pode negar a gravidade. Você não pode suborná-la, você apenas tem que lidar com ela.

É a mesma coisa com o designer; Se você ignorá-lo e não obedecer seu plano, você será inútil. Assim como o agricultor que removerá a erva daninha de seu campo e colherá as safras que ele pretendia cultivar.

O criador deve ser muito objetivo: algo é bom ou não é bom. Ele não pode ser subornado, isso também pode ser concluído a partir das leis da natureza a que somos submetidos.

Você faz parte desse plano?

Negar o designer de alguém resultaria diretamente em um julgamento. Mas, e a liberdade de escolha? Durante a vida, há espaço para fazer escolhas. No entanto, em um determinado momento, o tempo acabará. Se uma criatura continuar negando o seu criador, essa criatura não terá uso algum no final.

Talvez você possa ver os resultados das pessoas que vivem fora do plano ao seu redor:

  • Por que pessoas ricas, mesmo famosas e saudáveis, muitas vezes não estão satisfeitas com suas vidas?
  • Por que as pessoas mais ricas e poderosas muitas vezes ainda estão insatisfeitas com sua posição?
  • Alcançar metas materiais sempre vai satisfazer alguém completamente ? Se você tem alguma, sempre há um desejo de ter mais.
  • Por que as pessoas tem medo de morrer? Só porque a vida é terminada após a morte?

Nós experienciamos um certo vazio, uma necessidade de algo mais. Queremos ter um significado na vida.

Por hoje, pense nisso:

  • Minha descrição do plano do designer faz algum sentido?
  • Se existe um plano, qual é o seu papel nele?
  • Você está disposto a ser responsável pela sua vida?
  • Como é o seu relacionamento atual com o seu designer?

Você é bem-vindo para voltar amanhã no Dia 5!

 Continuar para o Dia 5